Não Xingue seu Amigo, Ele pode desenvolver Cálculo Urinário

Os cálculos urinários estão entre as três doenças do trato urinário mais comuns na clínica de pequenos animais. A bexiga e a uretra são dois componentes do sistema urinário do seu cão cuja a principal função é guardar a urina e liberá-la em intervalos apropriados. É através da urina que seu animal consegue eliminar resíduos do seu corpo. Os urólitos, mais conhecidos como pedras ou cálculos urinários, são formados principalmente na bexiga do seu cãozinho e geram um grande desconforto para ele. Alguns chegam a crescer tanto que não passam pelo canal da uretra.Quando isso acontece é necessário removê-los através de procedimentos cirúrgicos.

Fique atento a coloração da urina do seu animal. Uma urina sanguinolenta ou purulenta pode indicar uma infecção urinária decorrente de um cálculo. Dificuldades para urinar com gotejamento de urina, fazer xixi em locais incomuns também podem ocorrer. Em alguns casos mais graves o cálculo pode obstruir o canal da uretra e impedir a eliminação da urina. Quando isso ocorre o animal pode demonstrar prostração intensa, vômitos, diarreia e aumento do tamanho da barriga. Neste caso trata-se de uma emergência clínica e seu animal deve ser levado imediatamente ao médico veterinário para desobstruí-lo. Há chance da bexiga se romper devido ao grande volume de urina dentro.

O aparecimento dos cálculos urinários pode ocorrer por vários motivos. Eles podem estar relacionados a:

  • a raça do animal,
  • o tipo de dieta consumida,
  • as infecções bacterianas do trato urinário,
  • o ph urinário,
  • a doenças,
  • a alta concentração urinária.

Muitas vezes fica difícil de se fazer um controle preventivo eficiente dado a estes multifatores. Pode-se dizer que os problemas relacionados a raça e a genética são delicados de se resolver.

De todas as causas acima citadas, a concentração urinária exerce uma participação muito importante para o processo de formação dos cálculos urinários. Ter uma urina concentrada ou supersaturada significa que existe muito resíduo para pouca água disponível. É muito fácil de perceber isso pois uma urina concentrada está bem amarelada. Se o seu cãozinho está com a urina concentrada demais fique atento, principalmente se ele já manifestou algum problema urinário antes.

Abaixo estão algumas dicas importantes que podem ajudar na prevenção dos cálculos:

  1. Leve o seu cão para passear mais vezes. A eliminação de urina deve ser constante para evitar seu acúmulo dentro da bexiga;

  2. Leve seu cãozinho ao médico veterinário para fazer o exame de urina caso desconfie que ele esteja com este problema. As infeções urinárias não só facilitam a formação dos cálculos como agrava o problema.

  3. Estimule seu cãozinho a tomar água. Se você tiver animais das raças Schnauzer, Buldogue, Dálmata fique atento. Eles são mais predispostos a desenvolverem determinados tipos de cálculos. Para estas raças a dica se torna ainda mais importante.

  4. Não brigue com seu animal quando ele fizer xixi. Ele pode começar a reter a urina dentro da bexiga.

  5. As dietas úmidas são excelentes para evitar a formação dos cálculos, pois elas estimulam o consumo involuntário de água. SEMPRE opte por elas, principalmente se seu cão já teve este problema.

  6. Se o seu animal já apresentou problemas de cálculo, peça ao seu veterinário de confiança uma análise correta do urólito para adequar uma dieta específica.


Lígia Alfenas, instrutora da PetLogia.

PetLogia - Ideal para seu negócio, ideal para seus pets.


comments powered by Disqus