Série: Natural, mas pode fazer mal - Vitamina A

Nesta série vamos apresentar alguns nutrientes essenciais na alimentação de cães e gatos que, apesar de naturais, apesar de essenciais, se ministrados em uma dose incorreta podem causar sérios danos a saúde de nossos amigos.

Hoje vamos falar de Vitamina A, uma vitamina indispensável para nutrição de Cães e Gatos e que exige cuidados especiais .

A vitamina A é uma vitamina lipossolúvel, ou seja, se dissolve em gordura. Ela é importante para as células da pele, reprodução e visão. A vitamina A possui duas formas, os ésteres retinílicos, encontrados em tecidos animais e os carotenos, encontrados em vegetais. A vitamina A pode ser encontrada em óleos de fígado de peixe, fígado, cenoura, beterraba, batata doce, leite, gema de ovo e etc.

Esta característica “lipossolúvel” é que traz o perigo de intoxicação por essa vitamina. As vitaminas lipossolúveis podem ser armazenadas no corpo dos animais e, por esse motivo, podem fazer mal se forem consumidas em excesso. Elas começam a acumular.

O fígado, a batata doce e a cenoura são exemplos de fontes riquíssimas de vitamina A. Se você combinar esses alimentos em uma dieta para seu animal, você pode estar colocando-o em risco de saúde. Não combine fontes ricas de Vitamina A, a não ser que você esteja apoiado por um médico nutricionista, ou tenha em mãos uma Receita Natural matematicamente precisa e segura.

Vitamina A em Cães e Gatos

As exigências de vitamina A são diferentes para os cães e os gatos e também existem diferenças significativas nos organismos destes dois animais.

Os cães conseguem converter os betacarotenos presentes nos vegetais em vitamina A. Dessa forma os cães podem ingerir sua vitamina A de fontes vegetais.

Já os gatos não. Há uma deficiência enzimática no organismo dos felinos que não permite a conversão de betacaroteno em vitamina A. Por esse motivo os gatos devem consumir a vitamina A já pronta, contida em fígado e óleos de fígado de peixes.

A falta de vitamina A pode causar problemas na visão e na pele. Entretanto, problemas causados por sua deficiência são mais raros, já que é muito fácil encontrar alimentos que contenham essa vitamina. Temos que ficar em alerta quanto ao seu consumo em excesso. É possível combinar elementos que são fontes ricas de vitamina A e acabar intoxicando seu animal. A intoxicação com vitamina A pode causar problemas ósseos, manqueira, pansteatite, deformidades no crescimento dos ossos em filhotes, anormalidades congênitas em fetos e até a morte.

Tratamentos usando Vitamina A

A vitamina A também tem sido usada para alguns tratamentos de saúde em animais. Ela é utilizada para tratamentos de pele, pois a pele possui um receptor específico para o ácido retinóico. Alguns problemas na pele que têm tido efeitos quando tratados com vitamina A: descamação, atrofia, queratinização e anormalidades das glândulas sebáceas.

Algumas pesquisas também estudam a atuação da vitamina A para tratamento de tumores. A vitamina A tem o potencial para tratar células cancerígenas.Durante o tratamento ela faz com que as células cancerígenas fiquem mais suscetíveis ao tratamento.

Mas cuidado. Tratamentos com Vitamina A devem ser feitos apenas com o acompanhamento de um médico veterinário pois ela pode ser tóxica se suplementada na dose incorreta.


Fique atento ao oferecer certos alimentos para seu animal. Mesmo sendo naturais, quando ingeridos em excesso, eles podem fazer mal. A melhor forma de alimentá-los é com uma Alimentação Natural Saudável e Segura que possua a combinação exata de nutrientes.


Lígia Alfenas, instrutora da PetLogia.

PetLogia - Ideal para seu negócio, ideal para seus pets.


comments powered by Disqus